CÂMERAS TÉRMICAS CONTRIBUEM NO COMBATE A  PANDEMIA DO CORONAVÍRUS.

CÂMERA TÉRMICA

      Sabemos que um dos principais sintomas da COVID-19 é a febre. A detecção precoce da doença é a
maneira mais eficaz de evitar a disseminação do vírus, principalmente em ambientes de trabalho. É neste
sentido que o uso de câmeras térmicas para medição de temperatura corporal vem auxiliando as
empresas e organizações que não podem parar as suas atividades em um momento de quarentena.
     A medição de temperatura corporal por intermédio de câmeras térmicas tem se mostrado muito eficaz
e largamente utilizada ao redor do mundo por empresas de médio e grande porte, aeroportos, centros
comerciais e em diversos ambientes com grande circulação de pessoas, pois possuem capacidade de
leitura de temperatura de até 15 pessoas simultaneamente em uma imagem ou até 3 pessoas por
segundo andando em fila.

     A medição de temperatura corporal utilizando termômetro infravermelho de testa (o mais rápido que
existe) leva cerca de 3 segundos por pessoa. Em um universo de 5.000 pessoas seriam necessárias cerca
de 4,2 horas para que todos tivessem suas temperaturas medidas com um termômetro desses. Com a
câmera térmica esse tempo é reduzido para cerca de apenas 30 minutos.
    Estas câmeras contam com algoritmo de inteligência artificial que mede a temperatura apenas de
pessoas, descartando demais objetos presentes na imagem, mesmo que esses objetos possuam
temperatura superior à das pessoas que por ali transitam.
    A adoção desse sistema mantém o ritmo de trabalho normal das empresas, evita a aglomeração de
pessoas nas portarias esperando a sua vez para medir a temperatura e ainda evita o contato de
profissionais da área de saúde ou do RH com os demais funcionários, já que as câmeras térmicas
conseguem efetuar a medição da temperatura das pessoas em uma distância de 3 metros, evitando
contato próximo com alguém que tenha os sintomas da COVID-19.
    Pegando como exemplo o aeroporto de Guarulhos, um dos principais aeroportos do país, pelo qual
chegam a trafegar até 144 mil pessoas em um dia normal de operação. Identificar antes do embarque
uma pessoa com febre (um dos principais sintomas da COVID-19) pode evitar a contaminação de
diversas outras pessoas que estarão no mesmo voo, mas fazer isso utilizando termômetros convencionais
é praticamente inviável.
    O que é a Tecnologia de Câmera Térmica?
    A câmeras térmicas, também conhecidas como câmeras de infravermelho, são equipamentos capazes
de perceber imagens na faixa de radiação infravermelha do espectro eletromagnético e convertê-las
em imagens visíveis ao olho humano.
   Qualquer objeto com temperatura acima de zero absoluto (-273,15°C) emite ondas de radiação
infravermelha, que embora não sejam visíveis, podem ser sentidas pelos seres humanos através de calor.
Sol, fogo e o próprio corpo humano são exemplos de fontes de emissão de radiação infravermelha.
    As câmeras térmicas podem ser utilizadas para detectar a radiação infravermelha emitida pelo corpo
humano, por exemplo. Alguns modelos de câmeras térmicas são capazes de medir a temperatura
específica de diversos objetos com muita precisão. Quando trabalhando em conjunto com dispositivos
referenciais de temperatura black body (dispositivo emissor de ondas infravermelhas utilizado para
calibrar a precisão de leitura de temperatura em uma câmera térmica), as câmeras térmicas podem
alcançar precisão de medição de temperatura do corpo humano, por exemplo, de 0,3°C para mais ou
para menos.

Fonte:Dahua